Obesidade é fator de risco para o câncer de mama

O excesso de peso pode estimular o crescimento de células cancerígenas nas mamas. Por isso, é importante adotar hábitos saudáveis para prevenir o câncer de mama.

Escrito por Redação
3 min de leitura

A obesidade é um problema de saúde pública que afeta milhões de pessoas no mundo todo. Além de aumentar o risco de doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão, a obesidade também é um fator de risco para o câncer de mama, o tipo mais comum entre as mulheres.

Entenda como a obesidade influencia o desenvolvimento do câncer de mama e quais são as medidas preventivas que podem ser adotadas!

Como a obesidade aumenta o risco de câncer de mama?

O câncer de mama é uma doença que se origina na multiplicação anormal das células mamárias, formando tumores que podem se espalhar para outros órgãos.

Existem vários fatores que podem contribuir para o surgimento do câncer de mama, como a genética, os hábitos de vida e os fatores hormonais. A obesidade interfere em todos esses aspectos, aumentando o risco de câncer de mama devido a diversas razões.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por isso, é importante que as mulheres obesas ou com sobrepeso procurem reduzir seu peso corporal por meio de uma alimentação saudável e equilibrada e da prática regular de atividades físicas. Inclusive, você pode conferir mais dicas de nutrição no site nutricionista em Macaé.

Veja a a seguir os principais motivos da obesidade ser fator de risco do câncer de mama:

  • Estrogênio: O tecido adiposo produz estrogênio, e o excesso desse hormônio devido à obesidade estimula o crescimento das células mamárias, aumentando o risco de câncer, especialmente em mulheres pós-menopáusicas.
  • Inflamação crônica: A obesidade está ligada a inflamação crônica, que pode danificar o DNA e aumentar o risco de câncer.
  • Resistência à insulina: Estar muito acima do peso frequentemente causa resistência à insulina, resultando em níveis mais altos de insulina no sangue, o que favorece o crescimento de células cancerígenas.
  • Fatores de crescimento: Favorece níveis elevados de fatores de crescimento, como o IGF-1, que podem promover o crescimento de células cancerígenas.
  • Maior densidade mamária: Mulheres obesas tendem a ter maior densidade mamária, tornando a detecção de câncer de mama em mamografias mais difícil.

Medidas que ajudam a controlar o peso podem ajudar a prevenir o câncer de mama e outros tipos de câncer, além de melhorar a qualidade de vida e a autoestima.

Também é fundamental que as mulheres realizem exames periódicos para detectar precocemente o câncer de mama, como o autoexame, o exame clínico e a mamografia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A obesidade é um fator de risco modificável para o câncer de mama, ou seja, pode ser prevenido ou controlado. Sendo assim, é essencial que as mulheres se conscientizem sobre os perigos da obesidade e busquem hábitos mais saudáveis para proteger sua saúde e bem-estar.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário