Dólar Baixo: Saiba se isso é bom ou ruim para a Black Friday

Saiba como a queda do dólar pode afetar as compras na Black Friday, especialmente para quem deseja adquirir produtos importados em lojas online.

Escrito por Redação
4 min de leitura
Highlights
  • A queda do dólar pode afetar as compras na Black Friday, que ocorre no dia 24 de novembro de 2023.
  • Os produtos importados ficam mais baratos quando o dólar cai, pois os custos de conversão, transporte, impostos e tarifas são menores.
  • Produtos nacionais não dependem tanto da variação cambial, mas sim de outros fatores, como oferta e demanda, custos de produção e inflação.

O dólar é uma das moedas mais importantes do mundo e influencia diretamente a economia de vários países, inclusive o Brasil. Quando o dólar sobe ou desce, isso afeta os preços dos produtos importados, as exportações, as viagens internacionais e até mesmo as compras online.

Durante todo o mês de outubro, a cotação do dólar manteve-se constantemente acima de 5 reais, atingindo o pico de R$ 5,17 no dia 3. No entanto, no início de novembro, o dólar registrou uma queda, atingindo R$ 4,95, seu valor mais baixo desde setembro.

Mas o que isso significa para quem vai fazer compras na Black Friday, que vai acontecer no dia 24 de novembro de 2023? Descubra a seguir se é bom ou ruim para o consumidor!

Dólar baixo é bom para quem vai comprar na Black Friday?

A avaliação sobre se a queda do dólar é vantajosa ou desfavorável para quem pretende fazer compras na Black Friday pode depender de vários fatores. Confira a seguir alguns pontos a serem considerados:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Produtos importados

Se você quer comprar produtos que vêm de fora do país, como eletrônicos, roupas, perfumes e livros, a queda do dólar pode ser uma boa notícia.

Isso porque os produtos importados ficam mais baratos quando o dólar cai, já que o valor da conversão, os custos de transporte, impostos e tarifas são menores. Assim, você pode aproveitar as ofertas da Black Friday e economizar ainda mais.

Produtos nacionais

Quando o objetivo é comprar produtos que são fabricados no Brasil, como alimentos, móveis e eletrodomésticos, a queda do dólar pode não fazer tanta diferença.

Isso acontece porque os produtos nacionais não dependem tanto da variação cambial, mas sim de outros fatores, como a oferta e a demanda, os custos de produção e a inflação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entretanto, é comum que vários produtos de fabricação nacional incorporem insumos importados, tais como peças, matérias-primas e embalagens. A desvalorização do dólar tende a reduzir os custos, o que pode refletir em um preço final mais acessível para o consumidor.

Compras online

Caso o você queira mesmo é comprar pela internet, seja em sites nacionais ou internacionais, a queda do dólar pode ser vantajosa.

A razão disso é que você pode encontrar produtos mais baratos em sites estrangeiros, como Amazon, AliExpress e Shopee, e pagar menos pelo frete e pelo imposto de importação.

No entanto, é crucial estar atento ao prazo de entrega, que durante essa época de ofertas pode se estender significativamente e variar de acordo com os processos alfandegários.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conclusão

A diminuição do valor do dólar representa uma oportunidade para consumidores interessados em adquirir produtos importados ou realizar compras online durante a Black Friday.

Contudo, é crucial realizar uma pesquisa detalhada dos preços, comparar as opções disponíveis e acompanhar de perto as condições de pagamento e entrega.

Cuidado

É fundamental estar atento também para possíveis golpes de lojas online falsas, que durante a Black Friday costumam oferecer produtos a preços muito abaixo do valor real.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não
MARCADO:
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário