USP lança edital para apoiar pesquisadores indígenas em todas as áreas de estudo

O principal propósito da iniciativa é ampliar, promover visibilidade e estabelecer condições propícias para a produção dos indígenas integrantes da comunidade USP.

Escrito por Redação
2 min de leitura
O edital tem como objetivo promover projetos de pesquisadores indígenas para ampliar sua inserção na produção científica da USP - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A Universidade de São Paulo (USP) anunciou o lançamento de um edital inovador, visando apoiar projetos de pesquisa, ensino e extensão liderados por pesquisadores indígenas que integram sua comunidade acadêmica.

Sob a iniciativa da Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento (PRIP), o edital “Apoio a pesquisadores (as) indígenas” tem como objetivo principal valorizar a diversidade, ampliar a participação e proporcionar condições favoráveis para a produção científica de acadêmicos indígenas em todas as áreas do conhecimento.

O edital, aberto para docentes, estudantes de graduação e pós-graduação indígenas da USP, permite a submissão de projetos que não necessariamente abordem temáticas relacionadas às realidades indígenas. A proposta é enriquecer as perspectivas científicas e epistemológicas das pesquisas, reconhecendo assim a contribuição acadêmica dos diversos grupos que compõem a Universidade.

Os projetos selecionados serão contemplados com financiamentos de até R$ 15 mil, e o período de submissão estará aberto de 17 de novembro de 2023 a 8 de janeiro de 2024. O edital completo, contendo cronograma e orientações detalhadas, está disponível no site oficial da PRIP.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com dados do Anuário Estatístico da USP referentes a 2022, a instituição contava com 66 indígenas na graduação, 78 na pós-graduação, 3 em pós-doutorado e 2 na docência. Ciente da possível subnotificação desses números, o edital também visa obter um mapeamento mais abrangente da presença indígena na USP.

A pró-reitora de Inclusão e Pertencimento, Ana Lucia Duarte Lanna, destaca que o edital representa uma política pública voltada para a valorização da qualidade da USP, antecipando que iniciativas similares serão continuadas em 2024, promovendo a inclusão e o pertencimento de diversos segmentos da sociedade na universidade.

MARCADO:
FONTES:USP
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário