Matemático da UFMG recebe prêmio por estudo sobre criptografia

A pesquisa realizada pelo matemático da UFMG recebeu menção honrosa em prêmio da Capes.

Escrito por Redação
1 min de leitura

O matemático José Alves Oliveira, doutor pelo Programa de Pós-graduação em Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi premiado pela Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) pela sua tese sobre corpos finitos, um conceito que tem aplicações na elaboração de códigos e na criptografia.

A tese, intitulada “Some topics on finite fields”, foi orientada pelo professor Fabio Enrique Brochero Martinez e recebeu o Prêmio Capes de Tese 2023, que reconhece os melhores trabalhos de doutorado defendidos em todo o Brasil.

Na pesquisa, José Alves estudou o número de soluções de equações com duas ou mais variáveis, chamadas de hiperssuperfícies, nas quais as variáveis são elementos dos corpos finitos. Esses são conjuntos que têm uma quantidade finita de elementos e que satisfazem algumas propriedades para as operações de soma e multiplicação.

O pesquisador explica que o estudo dessas equações tem motivação em computação, pois elas podem ser usadas para construir códigos para enviar mensagens criptografadas. Quanto maior for o número de soluções das equações, maior é o número de mensagens que podem ser feitas e maior é a segurança da comunicação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não
FONTES:UFMG
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário