Axé Fly, equipe de aerodesign da UFBA, brilha novamente e alça voos internacionais

A equipe já tinha conquistado o mesmo título ano passado e agora está em busca de patrocínios para disputas internacionais.

Escrito por Redação
2 min de leitura
Equipe da Axé Fly (Imagem: Instagram/@axeflyaerodesign)

A equipe Axé Fly, composta por estudantes de engenharia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), conquistou o bicampeonato nacional na competição SAE Brasil Aerodesign, realizada entre os dias 02 e 05 de novembro de 2023, em São José dos Campos, São Paulo. O evento, que desafia os participantes a projetar, construir e testar aeromodelos, consolidou a Axé Fly como referência no cenário aerodesign brasileiro.

Projeto Aerodesign da Axé Fly
Projeto da Axé Fly (Imagem: Instagram/@axeflyaerodesign)

A equipe da UFBA não apenas venceu a classe regular, mas também recebeu o prestigiado Troféu Embraer de Excelência em Projeto. Além disso, foram concedidas três menções honrosas à equipe, reconhecendo seu desempenho em categorias como Melhor Projeto, Melhor Apresentação e Melhor Campanha de Ensaios.

Com esse feito notável, a Axé Fly solidificou sua posição como bicampeã nacional, repetindo o sucesso alcançado em 2022. No entanto, o horizonte agora se estende para além das fronteiras brasileiras, pois a equipe também assegurou sua participação no torneio mundial, programado para ocorrer na Flórida, Estados Unidos, em março de 2024.

Em busca de apoio financeiro para custear a viagem internacional, os integrantes da equipe Axé Fly estão empenhados em angariar patrocínios. A participação no torneio mundial representa não apenas um desafio técnico e competitivo, mas também uma oportunidade única para a equipe mostrar seu talento em uma arena global.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A Axé Fly é composta por 16 estudantes dos cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, BI de Ciência e Tecnologia e Engenharia Mecânica da UFBA. Sob a orientação administrativa do professor Guilherme Begnini, da Escola Politécnica da UFBA, a equipe tem demonstrado um espírito colaborativo e inovador que a destaca no cenário acadêmico.

FONTES:UFBA
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário