Cartão Digio é bom? Descubra se vale a pena solicitar

Escrito por Redação
5 min de leitura

Você já ouviu falar do cartão Digio? Ele é um cartão de crédito sem anuidade, sem tarifas e sem burocracia, que você pode solicitar pelo aplicativo e controlar todos os seus gastos em tempo real. Mas será que o cartão Digio é bom mesmo?

Se você faz parte do grupo de pessoas que sejam saber se ainda vale a pena solicitar o cartão Digio, não precisa se preocupar. Isso porque vamos analisar as principais vantagens e desvantagens desse cartão, e compará-lo com outras opções do mercado. Assim, você poderá decidir se ele é o melhor para você.

Para início de conversas, assim como a maioria dos bancos e contas digitais, o cartão de crédito Digio não cobra anuidade. Para completar, ele também tem bandeira Visa Internacional, então é aceito em mais de 24 milhões de lojas.

Diferente de alguns bancos, não há cobrança na emissão do primeiro cartão físico e seu atendimento é 100% online no aplicativo via chat. Dessa forma, muito mais rápido e prático.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O cartão DIGIO oferece saques nacionais e internacionais, compras na Digio Loja com condições especiais e saques emergenciais na rede de Banco24Horas e também o chamado digioCash, que permite transferir parte do limite do cartão direto para a sua conta-corrente ou poupança. O valor escolhido entra na conta em até um dia útil e pode ser pago em até 12 vezes fixas.

Outro benefício é o digioStore, que é um canal exclusivo para clientes do cartão Digio. Com ele, o usuário pode comprar diversos serviços e créditos de empresas como Uber, Google Play e Microsoft.

Recentemente, o Bitz encerrou as contas dos seus clientes porque ele agora é Digio. Ou seja, a conta digital Bitz não existe mais, pois atualmente ela faz parte do Digio, que também pertence ao Bradesco igual a Bitz pertencia. Além do Bitz e Digio, o Bradesco também tem a conta digital Next.

Digio x Nubank: qual é o melhor?

Com o crescimento do Cartão Digio, ele vem sendo cotado como um forte concorrente do Nubank então separamos as taxas dos dois para fazermos uma comparação. Confira a seguir!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Taxas do Digio:

  • Anuidade do cartão: grátis;
  • Reemissão de cartão: grátis;
  • Parcelamento de fatura: grátis;
  • Saque IOF de 0,38% do valor do saque + IOF diário de 0,0082%;
  • Parcelamento de fatura: juros de 9,9% ao mês;
  • Juros por atraso: 10,99% ao mês.

Taxas do Nubank:

  • Abertura de conta: grátis;
  • Manutenção de conta: grátis;
  • TEDs Ilimitadas: grátis;
  • Boletos: 15 por mês (grátis);
  • Saques rede Banco24Horas: R$6,50 por saque;
  • Juros de parcelamento da fatura: 0,99% – 13,75% ao mês;
  • Anuidade do cartão: grátis;
  • Juros de crédito rotativo: 2,75% a 14% ao mês;
  • Juros por atraso: 1,99% a 15% ao mês.

Quem pode ter um DigioCartão? O que fazer?

Para ter um Cartão Digio é necessário ser brasileiro com mais de 18 anos, não ter irregularidade na Receita Federal e estar com o nome limpo, sem nenhum problema de crédito.

Sem nenhuma dessas pendências você precisa apenas preencher a sua proposta pelo app ou mesmo no site da Digio e aguardar o resultado da sua análise.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O cartão Digio é bom? Ainda vale a pena?

O cartão Digio é bom se comparado com outros cartões sem anuidade e sem tarifas do mercado. Ele oferece diversos recursos gratuitos que estão ausentes em muitas contas digitais que fazem parte da sua concorrência.

Para quem deseja um cartão múltiplo (débito e crédito) que seja confiável e cumpra com a sua função, o Digio é uma boa opção. No entanto, ele perde em alguns quesitos importantes, como a falta de programas de pontos e a ausência de cashback em compras realizadas pelo DigioCartão.

Apesar disso, esses são fatores que não são muitos relevantes visto que cartões que oferecem programas de pontos, como os de acúmulo de milhas aéreas, e os que dão cashback em compras, quase sempre cobram anuidade. E os cartões como o Digio, que são sem anuidade, geralmente, são como ele, oferecem o básico, mas cobram menos em determinadas tarifas.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário