no ,

Qual o procedimento para investir na Bolsa de Valores?

corretor de bolsa de valores
corretor de bolsa de valores

Provavelmente você já ouviu falar em Bolsa de valores e ficou interessado no assunto, já pensou até em investir, mas não sabia bem o que devia fazer e como fazer, não é mesmo?

A bolsa de valores surgiu como um meio para as empresas captarem recursos (dinheiro) para investir em si mesmas.

Ela vende um pedaço de sua participação para pessoas ou empresas em troca do dinheiro delas. Sendo assim, resolvemos ensinar o procedimento para investir na Bolsa de valores.

Como já explicamos antes, Bolsa de Valores nada mais é do que o mercado onde se negociam as ações, é na Bolsa de Valores que você pode comprar ou vender as ações de uma empresa.

Assim, é na bolsa de valores que há o encontro onde quem quer comprar e quem quer vender as ações, o papel dela é fazer essa negociação ocorrer da melhor, mais rápida e segura maneira.

Segue o procedimento para investir:

1 – Abrir uma conta em uma corretora

2 – Transferir seu dinheiro para a conta na corretora

3 – Decidir quais ações comprar

4 – Acessar o home broker da sua corretora

5 – Dar a ordem de compra através do Home Broker da corretora

Simples assim. Trata-se de um processo muito diferente do monstro que alguns pintam por aí. Alguns passos, como os dois primeiros, são mais fáceis, outros, como o terceiro, exigem muito conhecimento, é importante montar uma poderosa carteira de ações, selecionando as melhores e mais baratas empresas.

Você também pode investir no mercado de ações por meio de fundos de investimentos, ou através de uma gestora de investimentos, através de um serviço conhecido como carteira administrada.

Quais os riscos de investir na bolsa de valores?

Existem diferentes tipos de riscos envolvidos quando se opera na bolsa de valores, um deles é chamado de risco de liquidez.

Ele se manifesta quando o investidor não consegue vender suas ações, o que geralmente acontece com empresas pouco negociadas na Bolsa, neste caso, o investidor se ver possuidor de uma ação que não deseja mais e da qual ele não consegue se livrar pois existem poucos compradores dispostos a pagar o preço que ele esta oferecendo para vender essas ações.

Outro risco é chamado de risco de mercado, que está intimamente ligado a desvalorização da ação, se um investidor ver sua ação baixar por diversos fatores e ele liquida seu papel, ele acaba por não recuperar o seu investimento e tem prejuízo.

Porém este mesmo papel que se desvalorizou pode, no futuro, voltar ao preço original ou se valorizar ainda mais, porém é importante destacar que existe essa possibilidade e ela pode muito bem estar associada a fatores fora do alcance da empresa ou do próprio investidor.

E é aí que entra a importância de conhecer o mercado e de fazer uma boa diversificação, que é um dos pontos mais importantes para quem quer ter sucesso operando no mercado de ações.

Veja também:

casal feliz na casa nova

Descubra como financiar um imóvel; tire suas dúvidas

dados da bolsa de valores

O que é Bolsa de Valores? Saiba como funciona