empréstimo de dinheiro
empréstimo de dinheiro

O ato de tomar ou pedir empréstimo nunca foi tão fácil. Não é preciso ir longe e, em grande parte das vezes, não exige uma papelada de documentos e contratos.

Podemos fazer empréstimos online, utilizando a internet, no conforto da própria casa. Em alguns casos, quem se oferece a fornecer o empréstimo não nos exigem nem mesmo garantias ou bons históricos de crédito.

Não é difícil pesquisar sobre empréstimos em algum mecanismo de pesquisa online e ser bombardeado com “oportunidades imperdíveis” que nos tentam demais, principalmente quando estamos precisando de dinheiro na hora.

No entanto, é exatamente nessa hora que precisamos ficar mais atentos ainda para não acabarmos caindo em algum dos diversos golpes existentes no mundo virtual, que podem afetar a nossa vida real de uma forma negativa.

Cuidados que precisamos tomar quando formos tomar empréstimos

Fizemos a seleção dos 5 cuidados que julgamos essenciais para quem quer realizar empréstimos com segurança. Logo abaixo está presente a lista deles.

1 – Buscar informações

Isso vale não só para o momento que formos pedir empréstimo, mas também para qualquer atividade onde vamos nos comprometer.

Devemos pesquisar sobre a reputação da empresa ou prestador de serviço. Sites como o “Reclame Aqui” podem ajudar nessas horas.

Averiguar se há a existência de um CNPJ e se o mesmo é verdadeiro, ativo e se pertence realmente a empresa que está negociando contigo.

2 – Verificar a variedade de opções

Há muitos lugares onde você pode fazer um empréstimo pessoal, consignado, entre outras opções.

Apesar disso, no momento de desespero, pressa ou falta de experiência, podemos acabar deixando de lado algumas oportunidades melhor e perder dinheiro com isso.

Portanto, pesquise bem, faça a comparação dos ganhos e gastos e obtenha assim a maior vantagem possível.

3 – Ler e reler atentamente o contrato completo

Fique atento aos mínimos detalhes contidos no contrato. Uma virgula, um caractere colocado num lugar diferente pode mudar completamente o que deveria ser proposto.

Portanto, é indispensável ler o documento por completo, ler novamente. Analise todos os pontos e assine somente quando tiver total certeza. Se possível, pode contratar um profissional para lhe ajudar.

4 – Desconfiar de propostas boas demais

O que não faltam são ofertas sensacionalistas, que oferecem tudo que é de “benefício”. Fique atento(a) aos golpes, pois também são comuns.

Sabe aquele ditado que diz que “quando a esmola é demais, o santo desconfia”? Pois então, não se deixe Iludir com promessas encantadoras.

Realize os processos citados anteriormente: busque informações, leia e releia o contrato e sempre faça perguntas, tire todas as dúvidas que tiver.

5 – Negociar parcelas que combinam o orçamento

É melhor demorar um pouco mais pagando um empréstimo do que querer pagar rápido e não conseguir pagar os valores altos das parcelas.

Isso pode desencadear em maiores juros, dívidas e até mesmo perca de um imóvel, automóvel ou qualquer outro bem que foi empenhado no contrato, caso o empréstimo seja com garantia.

Portanto, na hora de realizar um empréstimo, calcule e faça uma simulação antes, para descobrir se o valor das parcelas cabem no seu orçamento.

Conclusão

Como podemos perceber no decorrer desse artigo, ao mesmo tempo que pedir empréstimo pode ser algo bastante positivo, também pode acabar abrindo brechas para coisas negativas.

Grande parte das vezes, os problemas são causados não pelas empresas que trabalham corretamente, mas sim pelos golpistas existentes no mercado e a inexperiência da pessoa que solicita o crédito.

Tomar determinadas precauções antes de assinar um empréstimo é essencial para ao menos diminuir os riscos de “quebrar a cabeça”.

Não existe dúvidas de que prevenir é melhor do que remediar, e isso funciona também para quando formos fazer empréstimo. Portanto, vale a pena tomar esses cuidados necessários.